PRODUÇÃO DE PATÊS DE ERVAS AROMÁTICAS

DIRETO DA HORTA ECOLÓGICA AO CAFÉ DA MANHÃ:

Alimentos saudáveis processados a partir da colheita direta da horta orgânica – resgate do sabor original e das propriedades nutricionais e medicinais das plantas:

• Do manjericão fresco à elaboração do Pesto Talismã;
• Da combinação de sete ervas aromáticas da estação à criação exclusiva Talismã do Patê de Ervas Finas, também adotado pela clientela como um tempero completo, altamente aromático;
• Da soja orgânica ao requintado Requeijão de Alho Poró;
• Das ervas e legumes aos diversos patês: Brócolis, Cenoura, Beterraba e Mostarda;
• Das frutas da época aos doces e geléias livres de conservantes e aditivos químicos.

VOCÊ ENCONTRA NOSSOS PRODUTOS NA TABA ECOLÓGICA: Rua Padre Anchieta, 1592, Pelotas, RS (53) 41411241;

NA FEIRA DO PRODUTOR EM RIO GRANDE (sábados pela manhã) no Cassino, em Rio Grande, RS. com Gisa Monte (53) 91093901

EM PORTO ALEGRE com Caru Peralta  (51) 97837612 e Tati Flores (51) 91239829

PESTO DE MANJERICÃO ORGÂNICO COM CASTANHA DE CAJU. DE NOSSA HORTA, O MANJERICÃO FRESCO É MUITO MAIS AROMÁTICO E SABOROSO POR SER ORGÂNICO. EXPERIMENTE, ALÉM DA “PASTA AL PESTO” SIMPLESMENTE PÃO COM PESTO OU PESTO NA BATATA.

PATÊ ERVAS FINAS – COMBINAÇÃO DE 7 ERVAS ORGÂNICAS DA ESTAÇÃO. TAMBÉM APRECIADO COMO TEMPERO COMPLETO PARA FINALIZAR PRATOS REQUINTADOS. MAS COM PÃO INTEGRAL É PERFEITO!

UM DOS NOSSOS PRODUTOS MAIS APRECIADOS! NOSSA ALTERNATIVA VEGAN AO REQUEIJÃO CONVENCIONAL: SEM LACTOSE, SEM GLÚTEN! MUITO SABOR COM TODAS AS PROPRIEDADES DO ALHO PORÓ!

PATÊ DE BRÓCOLIS ORGÂNICO, SABOR INCONFUNDÍVEL DE UMA DAS “FLORES” MAIS NUTRITIVAS DE NOSSA HORTA!

PATÊ DE CENOURA: ALTERNATIVA PARA QUEM APRECIA O SABOR SUAVE – ATENÇÃO MAMÃES E PAPAIS: SANDUBA COM PATÊ CENOURA PARA O LANCHE DAS SUAS CRIANÇAS INDIGO E CRISTAL !

PATÊ DE BETERRABA: NATURALMENTE ADOCICADO. OUTRA ALTERNATIVA PARA O SANDUBA DA GALERINHA! COMBINADO COM O PATÊ DE CENOURA E DE MOSTARDA PODE-SE CRIAR LINDOS CANAPÉS!

PATÊ DE MOSTARDA: É PROCESSADO COM A FOLHA DA MOSTARDA FRESCA, COM UM SABOR LEVEMENTE PICANTE E REFRESCANTE. PARA PALADARES APURADOS.

SE VOCÊ QUER INFORMAÇÕES OU DESEJA UMA TELE-ENTREGA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO POR E-MAIL(sitiotalisma@yahoo.com.br) OU LIGUE AGORA!  (PORTO ALEGRE) para Carolina ou  (51) 97837612  Tatiana  (51) 91239829

Caru Peralta e nossos patês na BIONAT EXPO

PÃO-COM-PATÊ: simples assim.

 

PATÊ-COM-PÃO

JÁ FAZ TEMPO…MAS VALEU! SÍTIO TALISMÃ NA BIONAT 2011 EM PORTO ALEGRE

Stand do Sítio Talismã na BIONAT EXPO – a família!

Anselmo Kanaan, ágente de comercialização do Talismã em Porto Alegre

_______________________________________________________________________________

Aconteceu no Sítio Talismã:

Minicurso: Princípios em agroecologia e biodinâmica

Os(as) acadêmicos(as) de Biologia da FURG participaram do minicurso sobre agroecologia e alimentação ecológica no SÍTIO TALISMÃ dia 29 de setembro, ministrado por Helga Maria Hech e  Tomás Castell.

A atividade fez parte da XIII Jornada Biológica,  de 26 a 30 de setembro – promovida pelo centro acadêmico dos estudantes de biologia da FURG, com o tema: “Ano internacional das florestas, ajude a preservar nossa riqueza”.
Blog: http://cabiofurg.blogspot.com/search/label/CABIO

________________________________________

O Sítio serviu lanches ecológicos na EMBRAPA – Clima temperado em Pelotas em dois eventos:

Workshop Processos de Avaliação da Sustentabilidade em Agroecossistemas Familiares –  30 e 31 de agosto e

Seminário Agrobiodiversidade e Segurança Alimentar – 1 de setembro.

Foram servidos alimentos orgânicos em sintonia com as temáticas de sustentabilidade e segurança alimentar

_________________________________________________________________________________________________________

Grupo Chá de Alecrim desenvolve atividade junto ao projeto “Territórios da Cidadania: um espaço “aberto” para a participação das mulheres” do CESAP-SC

Nos dias 12 e 13/04 o Grupo de Teatro Interativo – Chá de Alecrim (Programa TEIAS\ Proexc\FURG)desenvolveu atividades, em parceria com o Centro de Elaborações Assessoria e Desenvolvimento de Projetos (CESAP-SC) e com a SempreViva Organização Feminista (SOF-SP). O Teatro do Oprimido foi a ferramenta pedagógica para o encontro de cerca de trinta mulheres rurais, integrantes da setorial de mulheres do Território da Cidadania Zona Sul. Tais mulheres tem se envolvido diretamente nas discussões territoriais, especialmente buscando problematizar o trabalho exercido pelas mulheres rurais para o desenvolvimento da região, uma vez que ainda há grande invisibilidade do papel produtivo e reprodutivos das mulheres. A performance de Teatro-Fórum será: “A Cigarra e a Formiga: da fábula à realidade do campo em tempos de empoderamento feminino”. A Direção é de Cleusa Peralta Castell e de Carolina Peralta Flores.  A criação coletiva, cenário e figurino é do elenco: Mara César, Cristiane Faria Ferreira, Wesley Conrado e Carolina Peralta Flores (Curinga). As atividades ocorreram no Sítio Talismã, referência em agroecologia e na Pousada Beija-Flor, ambos localizados no Povo Novo em Rio Grande. Maiores informações Cíntia Barenho, educadora da SOF contato: cintia.barenho@gmail.comou (51) 99520081/81623307 e Cleusa Peralta Castell, Arte-educadora e educadora ambiental contato: sitiotalisma@yahoo.com.br

Mulheres

Grupo de Mulheres Rurais – Territórios Zona Sul

Carolina

Teatro interativo: mediação das intervenções das mulheres pela Curinga


Oficina no Sítio Talismã

ENCONTRO TERRITORIAL GRUPO DE MOBILIZAÇÃO DE MULHERES ZONA SUL

SÍTIO TALISMÃ EM NOVEMBRO DE 2010

Degustação das delícias (orgânicas) Talismã

Sítio Talismã – Saída de campo

Grupo de Mobilização de Mulheres reunidas no Sítio Talismã

A culinária ecológica do Sítio Talismã foi destaque no evento, proporcionando oficinas de aromas e sabores. As participantes assistiram a um minicurso sobre a alimentação vegetariana a partir do Caminho do Princípio Único (Fundamentos da Macrobiótica Zen).

Encontro preparatório para a formulação de metas prioritárias para o Plano Nacional do Territórios da Cidadania. O evento foi coordenado por Cintia Barenho – SOF cintia.barenho@gmail.com, reunindo 26 mulheres oriundas de diversos grupos vinculados aos movimentos sociais do campo: Quilombolas, mulheres artesãs rurais, mulheres pescadoras artesãs (Redeiras),   ARPASUL, agricultoras familiares do Território Zona Sul.

A temática central do evento foi a AGROECOLOGIA. O Sítio Talismã proporcionou ao Grupo a vivência de seu ambiente de hortas permaculturais e cultivos orgânicos, sob a consultoria de Tomás Castell.

CURSOS REALIZADOS EM 2010:

CURSO BASICO DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO DE ALIMENTOS LIVRES DE AGROTOXICOS DATAS: 11 e 12 de dezembro de 2010 (sabado e domingo) VER PROGRAMA EM: CURSOS DE AGROECOLOGIA:

yacon

Colheita do Yacon orgânico no Sítio Talismã

Agrotóxicos no Brasil Notícia publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA): “Agrotóxicos que apresentam alto risco para a saúde da população são utilizados, no Brasil, sem levar em consideração a existência ou não de autorização do Governo Federal para o uso em determinado alimento, segundo dados do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Em quinze das vinte culturas analisadas foram encontrados, de forma irregular, ingredientes ativos em processo de reavaliação toxicológica junto à ANVISA, devido aos efeitos negativos desses agrotóxicos na saúde dos trabalhadores rurais e dos consumidores. Nas análises observou-se uma grande quantidade de amostras de pepino e pimentão contaminadas com endossulfan; de cebola e cenoura contaminados com acefato; e pimentão, tomate, alface e cebola contaminados com metamidofós. Essas três substâncias, que já são proibidas na União Européia e nos Estados Unidos, começaram a ser reavaliadas pela ANVISA e têm recomendação de banimento do Brasil. Mas há pressões do setor agrícola para manter esses três produtos no Brasil, mesmo após serem retirados de forma voluntária em outros países.” Existem outros alimentos que estão na lista dos mais contaminados por agrotóxicos: banana, maçã, mamão, morango, batata inglesa e tomate. A melhor medida a ser adotada seria a utilização exclusiva de produtos ecológicos (orgânicos), que são aqueles que não recebem tratamento químico em nenhuma etapa, desde a produção até a distribuição. Existem atualmente diversos pontos de venda destes produtos. Quando isso não for possível, seria interessante: evitar os alimentos mais contaminados, comprar sempre alimentos da época, de origem conhecida e preferencialmente produzidos próximos ao local em que se vive. Geralmente estes produtos são aqueles com menor preço de venda ao consumidor. Além disso, quando se utiliza alimentos da agricultura convencional (não orgânicos), deve-se lavar bem e retirar cascas e folhas externas. Esses cuidados podem reduzir os resíduos de agrotóxicos presentes na superfície dos alimentos. Sonia Cristina Prazeres Guaita ayurveda & nutrição CRN-2 6225 ______________________________________________ A importancia do LIMÃO na Ayurveda Em ayurveda (medicina indiana), diz-se que onde há limão não se desenvolvem doenças. E isso porque em um organismo saudável, os desequilíbrios desaparecem de forma natural, através do seu próprio poder de auto-cura e regeneração. O limão auxilia o organismo no restabelecimento do seu equilíbrio natural. Enquanto dormimos, o organismo está realizando uma desintoxicação geral. No período da manhã, há a finalização desse processo e para isso um copo de água morna com limão funciona bem. Na ciência ocidental, descobriu-se que a manutenção do equilíbrio ácido-básico é um dos determinantes de uma boa saúde. Sendo assim, quanto mais alimentos básicos (alcalinos) ingerimos, melhor. As frutas são alimentos que ajudam a tornar o organismo alcalino e o limão, apesar de ser uma fruta ácida, depois de ingerido torna-se básico. E ao contrário do que se pensa, limão não causa gastrite e úlceras, pelo contrário: pode ajudar no tratamento dessas doenças. O limão possui alta concentração de ácido cítrico, que reduz o crescimento de bactérias e fungos. O ácido cítrico também auxilia na fixação de cálcio, ferro e magnésio. Por isso pode ajudar a prevenir osteoporose, anemias e melhorar a vitalidade. Também segundo o ayurveda, o limão auxilia na manutenção do agni (poder digestivo) do organismo. Em nutrição funcional, sabe-se que a partir de uma boa digestão, mantemos as mucosas intestinais íntegras e garantimos a eliminação de substâncias inúteis ao organismo, a absorção e a reabsorção de nutrientes, além da produção de algumas vitaminas do complexo B. Em medicina tradicional chinesa, um intestino saudável determina bom funcionamento cerebral, vitalidade e bom humor. Então, vamos à recomendação: todas as manhãs, ao acordar, espremer 1 limão com as próprias mãos, completar o copo com água morna e beber em jejum. Eventualmente, quando não se puder ingerir nesse horário, pode-se fazê-lo em um outro momento do dia. É interessante lembrar de lavar bem as mãos após manipular o limão. Para quem vive na cidade, utilizar preferencialmente limão verde, de produção ecológica. Mas quem puder plantar um limoeiro, melhor ainda. Sônia Cristina Prazeres Guaita: Ayurveda & Nutrição CRN-2 6225 <luaceleste@hotmail.com> ______________________________________________ PROGRAMAS ANTERIORES/ CURSOS REALIZADOS: XII JORNADA BIOLOGICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE, RS O Sitio Talismã esteve presente nesse evento, promovido pelo Diretorio Academico de Biologia. Agradecemos ao Marcelo e à Leticia pela oportunidade. Dias 6 e 7 de outubro de 2010: Minicurso no Sitio Talismã: Agroecologia e Emancipação Alimentar e palestra de Tomás Castell no Centro de Eventos dos Meninos do Mar, Rio Grande, RS.

cartaz de divulgação

DIVULGAÇÃO

WORKSHOP DIA 19 DE JUNHO!

YOGA E ALIMENTAÇÃO ORGÂNICA – O CAMINHO DO PRINCÍPIO ÚNICO

O Sítio Talismã, há seis anos vem produzindo alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos. A equipe do sítio tem realizado sistematicamente, um trabalho pedagógico que mostra o seu processo de produção, desde a recuperação e preparo da terra até a colheita e industrialização artesanal de seus produtos, bem como a sua comercialização na rede de consumidores ecológicos.

Neste workshop, a alimentação foi enfocada a partir de um princípio único, integral, que contempla a conexão humana com as diferentes manifestações da energia da vida. Para isto, preparamos um trabalho teórico-prático que busca no Yoga a complementaridade com a alimentação natural.

LOCAL: SÍTIO TALISMÃ (BR 392, km 37,5) DATA: Sábado, 19 de junho/2010

EQUIPE TALISMÃ DE FACILITADORES: Cleusa Castell e Gisa Monte – Culinária ecológica Samuel Pinheiro – Yoga Tomás Castell – Agroecologia

Med. Vet. Anselmo Kanaãn

Anselmo Kanaãn ministrando o Curso de Ervas Medicinais

Curso Ervas Medicinais

Oficina de culinária com plantas funcionais

ENCONTRO DESIGN DE UM SISTEMA PARA UM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: O SÍTIO TALISMÃ – De 22 a 24 de abril de 2010 Os pesquisadores do Programa INSYDE, Wilhelm Walgenbach, Cleusa Peralta Castell e Tomás Castell. com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da FURG e do Núcleo Trilha da Vida do Laboratório de Educação Ambiental da UNIVALI, realizamos um encontro de 22 a 24 de abril no Sítio Talismã. O programa geral foi: Sitio Talismã: Um Lugar Agroecólogico como um Núcleo e Modelo para a Intermediação entre Sistemas de Pequena, Media e Grande Escalas. 1. Perspectivas para nossa cooperação no futuro (Grupo de Pesquisa Inter e Transdisciplinar – Programa INSYDE/PPGEA/FURG/TRILHA DA VIDA/SITIO TALISMÃ) 2. Acesso a um espaço de investigação em agricultura familiar local, direcionado à Educação Ambiental numa perspectiva agroecológica- Hortas do Conhecimento Ecológico: Sítio Talismã e Trilha da Vida 3. Pesquisa sobre Sistemas de tecnologias regenerativas (alternativas) compatíveis com a base agroecológica 4. Desenvolvimento de Experimentos Epistemológicos mediadores da aprendizagem sobre a integração entre o sistema agroecológico e o sistema tecnológico 5. Desenho de modelos agroecológicos possíveis: Projeções para Sistemas Regionais em Grande Escala Nossa sugestão foi a de  especificar este programa de forma participativa, consecutivamente. Nósdesenvolvemos este programa a partir de uma interação entre teoria e prática. Também acatamos as contribuições e sugestões para este evento. A principal atividade foi no dia 22 de abril (quinta-feira às 9: horas) e as demais atividades tiveram lugar nos dois dias subseqüentes. CURSO HORTAS URBANAS 2010: AGROECOLOGIA E EMANCIPAÇÃO ALIMENTAR PERÍODO: de 20 de março a 03 de abril de 2010 MINISTRANTE: Tomás Castell PARCERIAS: ARMAZÉM ECOLÓGICO/SÍTIO TALISMÃ VISITE NOSSA PÁGINA: CURSOS DE AGROECOLOGIA

Anúncios